Grêmio encaminha a venda de 50% dos direitos de Ramiro e Bressan


Ramiro e Bressan, jogadores do Grêmio (Foto: Diego Guichard) Ramiro e Bressan devem ser negociados com o mercado europeu em breve (Foto: Diego Guichard)

O Grêmio segue encontrando caminhos para sanar os seus problemas financeiros. Nesta semana, o clube encaminhou a venda de 50% dos direitos de dois jovens jogadores: Ramiro e Bressan. A dupla vinda do Juventude no final de 2012 segue no Tricolor até, pelo menos, o final da participação do clube na Libertadores e depois pode ser negociada para o mercado europeu. Os dois negócios estão praticamente concluídos e o Grêmio aguarda apenas detalhes burocráticos para sacramentar as vendas.

Ramiro e Bressan foram vendidos a grupos de investidores, em um modelo de negócio semelhantes. No caso do volante , o Grêmio conta com 70% dos direitos econômicos, enquanto Ramiro tem 20% e o Juventude, 10%. O Tricolor ainda terá 20% da “fatia” de Ramiro e pode lucrar ainda mais em uma futura venda para o exterior.

Titular da equipe desde o ano passado e um dos destaques do Grêmio na Libertadores, Ramiro ganhou reajuste salarial e teve o seu contrato ampliado até 2016.

A situação de Bressan é parecida. O Grêmio tem 70% dos direitos econômicos do zagueiro, 20% são do próprio atleta e do empresário e 10% já pertenciam a um grupo de investidores. Bressan ganhou espaço no time titular do Grêmio com a chegada do técnico Renato Gaúcho. Se firmou como titular e encerrou 2013 em boa fase, ao lado de Rhodolfo. Iniciou 2014 como titular, porém, perdeu a vaga no time para Werley.



Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs


Fonte: Globo Esporte

{ 0 Comentários… add one }

Faça um comentário